Chocolate e América Latina

Seguindo o post “Cervejas Mais Consumidas“, onde mostramos as marcas mais fortes no mercado cervejeiro em todo o mundo, vamos agora para outro objeto alimentício que está no conjunto de consideração de 9 em cada 10 pessoas: chocolate.

A revista América Economia, baseada em pesquisa feita pelo Instituto Euromonitor, listou as marcas de chocolate mais consumidas nos países da América Latina. Veja o mapa:

Vemos uma tendência da preferência nos países por marcas locais. Por isso, mesmo algumas empresas, como a Nestlé, que são donas das marcas regionais, as mantém. Aliás, a marca suíça é dona de 4 das 13 marcas mais consumidas nos países listados. Vale ressaltar que no Paraguai e Uruguai, não vistos no mapa, a Garoto e a argentina BonBon disputam palmo a palmo o mercado.

A seguir, no próximo gráfico, há o consumo per capita de chocolate por país. Surpreso por encontrar o Chile e o Uruguai como os maiores consumidores, com 2,1 kg e 1,8 kg por ano, respectivamente! Achei impressionante. O Brasil aparece apenas em terceiro. A Venezuela, por causa da crise bolivariana, deve ter reduzido drasticamente este número:

Os dados da AmericaEconomia/EuroMonitor mostram que ainda há muito espaço para crescimento neste setor. A despeito da possível falta de chocolate no mundo em um futuro próximo, eu vislumbro uma saída para a concorrência neste setor: a segmentação. Chocolates Premium, sabores exóticos, tipos diferentes, recheios variados… Este deverá ser o investimento das empresas que estão no páreo ou daquelas que desejam entrar neste valoroso mercado.

Anúncios