Por um mundo melhor

Estava assistindo o Campeonato Brasileiro certo domingo pela TV Globo e algo me chamou atenção. No tradicional “Show do Intervalo” da emissora, claramente se percebia o apelo dos reclames. Uma leve tendência pode ser notada: a das campanhas que querem um mundo melhor.

Destaco duas destas campanhas. A primeira delas é a campanha do Itaú. A “Isso Muda o Mundo” já é veiculada a quase um mês e tem sido um verdadeiro sucesso. A campanha, que usou a clássica “Change The World” de Eric Clapton, na voz de Bluebell, vem ganhando sobrevida e versões diferentes, se mantendo no ar por um tempo interessante. O foco são ações que poderiam, realmente, mudar o mundo. Caso do uso maior de bicicletas e do suposto acesso mais simplificado ao Microcrédito. As palavras do diretor de marketing do banco, Fernando Chacon, em entrevista à Revista Exame foram de que “o Itaú está fortemente engajado na atuação como agente transformador, indo muito além dos serviços bancários. Acreditamos que compartilhar as crenças e atitudes da marca materializadas em diversas iniciativas ajuda a estimular as pessoas a seguirem caminhos no mesmo sentido”. A campanha é muito boa.

A outra foi a da empresa, na minha opinião, mestre em nos fazer se sentir bem em busca de um mundo melhor, Coca-Cola. Depois da mega bem-sucedida campanha “Razões para Acreditar”, veiculada mundialmente há mais ou menos 2 anos, uma quase “sequencia” dela tomou o mundo inteiro. É a campanha “Câmeras de Segurança”, que mostra que câmeras tem captado coisas boas que as pessoas estão fazendo. Muito interessante também:

O que nos indica este cenário? Grandes marcas deixando de falar de seus core products, para falar de um mundo melhor? O conteúdo de qualquer campanha/propaganda, seja ela resultado de qualquer objetivo, deve buscar um apelo que a sustente. E claro, um apelo que seja condizente com o que o público se interessa.

Empresas como estas e muitas outras estão percebendo o momento social, não só do país, mas do mundo.  Pessoas querem e estão pedindo mudanças sociais, políticas, econômicas. Tais marcas tem ido além do tradicional, do apenas “chamar atenção” pra empurrar produtos nas pessoas, pra se mostrar como co-participes das mudanças que o mundo precisa.

Alguns podem ver como mero oportunismo das marcas. Prefiro ver como positivo. Parabéns às marcas que querem um mundo melhor. Continuem nos impactando positivamente e nos estimulando a fazer o bem pra sociedade. Vida longa!

Anúncios

Participe com sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s